Como juntar dinheiro para a formatura em 3 anos

Este post foi desenvolvido originalmente pela repórter Mariana Ribeiro, do blog Finanças Femininas, com a colaboração do Keeper Formaturas. Você pode conferir o post original aqui!

Você sonha em fechar o ciclo da faculdade ao lado de pessoas importantes, mas fica desanimada com o valor alto da festa de formatura? Neste texto, vamos mostrar que com organização financeira é bem possível chegar lá. Confira como reunir essa grana por conta própria – e sem prejudicar o bolso para isso.

Quanto antes começar, mais fácil será

“O valor da formatura é alto. Porém, acredito que a maior dificuldade não esteja no valor em si, mas na concentração de parcelas”, explica Henrique Soares, Head de Marketing do Keeper, uma plataforma online que permite que os alunos comecem a reunir dinheiro para a formatura antes mesmo de escolher a empresa que organizará a festa.

O que Soares quer dizer, basicamente, é que o tempo pode ser um grande aliado – se você se preparar para fazer os pagamentos aos poucos – ou um problemão – se deixar tudo para a última hora. Quer um exemplo?

Imagine uma festa com valor de adesão de R$ 3000 – esse é o preço médio praticado pelo mercado, embora isso varie bastante de acordo com região, curso e instituição. Se a comissão decidir começar a pagar a formatura no último ano, serão necessárias 12 parcelas de R$ 250 por aluno. Se esse mesmo valor for diluído em 36 vezes, entretanto, o pagamento mensal será de pouco mais de R$ 83.

“A pior situação para os formandos é quando a comissão começa a arrecadar o dinheiro sem muita antecedência. Por isso, consideramos que o ideal é trabalhar com um prazo de cerca de 3 anos”, orienta Soares.

Por isso, se antecipe

Se a sua comissão demorar para fechar a formatura com uma empresa e, portanto, não der início às cobranças, você pode se adiantar e começar a guardar dinheiro por conta própria. Isso facilitará muito a sua vida financeira lá na frente.

Agora, se esse esforço de poupança antecipada for coletivo, o grupo pode, inclusive, ganhar tempo para pesquisar as empresas e estudar as propostas com mais calma. Mas é importante ter em mente que depois de iniciada a arrecadação será preciso garantir a segurança dessa reserva financeira.

Invista seu dinheiro

Além de guardar uma parte do seu dinheiro todo mês, é importante que você o invista – pelo menos para garantir o poder de compra frente à inflação.

Se for fazer isso por conta própria, Carol Sandler, fundadora do Finanças Femininas e coach financeira, indica uma aplicação de R$ 80 por mês na poupança para alcançar os R$ 3 mil em um prazo de 3 anos. No Banco de Formaturas, os recursos dos alunos também ficam aplicados em investimentos seguros e, como fonte de receita, a empresa fica com 3% do valor arrecadado.

Planeje suas fontes de renda

Por fim, para conquistar o seu objetivo é preciso planejar também qual será a fonte dos pagamentos. Você pretende guardar parte do que ganha com o seu estágio? Com uma bolsa da faculdade? Com o seu emprego? Com a venda de algum produto ou serviço?

“Se for necessário ganhar mais para conseguir participar da festa, você ou a comissão também podem buscar fontes alternativas de receita. Rifas e doces são opções frequentes, assim como a realização de festas para levantar fundos”, sugere Soares.

Quer saber ainda mais? Manda uma mensagem!

Você pode gostar...