Como arrecadar dinheiro para a formatura

Inegavelmente a dúvida de “como arrecadar dinheiro para a formatura” é natural no início dos trabalhos de qualquer comissão. E acredite, a resposta existe!

Afinal, que formando nunca se questionou sobre o valor a ser pago para participar de sua festa? E dá para imaginar que as comissões de formatura também se interessam em diminuir o valor pago, certo? O fato é que festas de formatura não são baratas, não sendo fácil para todos arcarem com esse custo.

Então, nesse cenário, surgem diversos questionamentos. Esse texto irá focar em dois deles: existe uma “receita de bolo” para realizar a arrecadação? O que fazer com o dinheiro arrecadado? Mesmo sendo dúvidas recorrentes, não há respostas fáceis.

Entretanto, é importe lembrar que arrecadação de dinheiro para a formatura passa por duas etapas. A primeira é levantar dinheiro em si; a segunda consiste em gerir esses fundos e tomar decisões. Afinal, existe a mágica financeira: dinheiro rende por meio de aplicações financeiras bem realizadas.

Primeiramente, vamos expor as formas e os problemas na hora de levantar dinheiro. Em seguida, é claro, você encontrará a solução: arrecadação antecipada, profissional e gestão do dinheiro.

O artigo explora essas dimensões separadamente.

Esperamos te ajudar com a nossa experiência! Também já tivemos essas mesmas dúvidas no passado.


Formas de levantar fundos e problemas encontrados

Antes de mais nada, podemos dividir em três as formas de levantar dinheiro:

  1. adesão dos formandos (venda de mesas);
  2. venda de extras (convites individuais, mesas extras e cachê fotográfico);
  3. opções alternativas.

Contudo, no rol das opções alternativas, temos as rifas, a realização de festas e outros eventos acadêmicos, a venda de itens, como canecas, brindes, doces, entre outras.

Mas sejamos sinceros: em geral, a maior parte da arrecadação da formatura vem das duas primeiras opções. Pela nossa experiência, sabemos que, no Estado de São Paulo, em média, cerca de 60% da arrecadação vem das adesões. Portanto, a esmagadora maioria do resto vem da venda dos extras (venda de convites, venda de mesas extras e cachê fotográfico – em troca da exclusividade fotográfica no evento, as empresas contribuem com um cachê por formando aderido). Ou seja, as opções alternativas acabam tendo um impacto limitado.

Parece desesperador para o bolso dos formandos e para a comissão de formatura? Temos um segredinho para você: não precisa ser assim! Só sofre quem quer.

Sem dúvida, é desesperador quando uma comissão planeja a arrecadação de forma amadora, sem se basear na realidade, e decide iniciar a adesão dos formandos em cima da hora.

Nesse caso, muito provavelmente o valor da adesão será impeditivo para muitos alunos que sonhariam em participar da festa. E, por não ter adesão em massa – quase total ou total –, também há menos recursos para que a formatura possa, efetivamente, ser memorável.

É um ciclo vicioso. Felizmente, há uma forma de fugir desse buraco. Dúvida?

Arrecadar antecipadamente

Deixa que a gente te explica. Basta planejar e realizar a arrecadação de forma antecipada e profissional. De forma antecipada significa arrecadar, no melhor dos mundos, ainda no início do curso, antes mesmo de contratar uma agência de formatura.

Com isso, é possível diluir o valor da adesão em mais parcelas, facilitando a vida de alunos que teriam dificuldade em arcar com o custo concentrado. A fim de aumentar o poder de negociação das comissões, proporcionando uma diminuição no valor da festa.

Mas como essa diminuição de valores ocorre?

Em primeiro lugar, já que  as negociações com fornecedores poderiam começar já com dinheiro em caixa e sem aperto de prazo, a chance de obter melhores condições contratuais para a formatura aumenta muito.

O segundo ponto é relacionado à gestão do dinheiro de forma profissional. Agora você receberá uma explicação da qual nunca se esquecerá!

Administrar o dinheiro levantado e tomar decisões

Com a ferramenta de arrecadação correta, é possível checar se os valores passados pelos fornecedores para cada item são justos ou superfaturados. Você ficaria espantado se te disséssemos que agências de formatura chegam a lucrar 300 mil reais com uma única festa?

Com os dados corretos, uma comissão de formatura tem o poder de diminuir consideravelmente esse valor. Ela passa a deter o poder na negociação.

Empoderamento! Sensacional, não?

Uma outra questão é que investimentos bem realizados fazem o dinheiro se multiplicar. É claro que as comissões de formatura não querem correr risco. Por isso, é essencial que os investimentos realizados sejam de baixíssimo risco.

Então, não é nem preciso falar que assim fica muito mais fácil para a comissão de formatura bater as suas metas e fazer uma festa incrível, né?

Parece complicado? Com o parceiro certo, fica mais fácil do que se divertir na festa!

Complicado é a comissão de formatura saber que alunos não poderão aderir por motivos financeiros, receber indagações sobre os preços constantemente (e não saber respondê-las) e pagar um valor acima do necessário pela festa.

Não há nada pior do que os formandos não terem confiança no trabalho da comissão de formatura. E apesar de triste, essa realidade ainda é muito comum no mercado.

Os desafios da arrecadação

Sabemos que é complicado convencer um grande número de pessoas a despender um valor alto e muitas vezes concentrado em poucas parcelas, principalmente se as pessoas acharem o valor abusivo ou não entenderem de onde ele saiu.

Podemos perceber sem muito esforço que a melhor forma de arrecadar dinheiro para a formatura é, na verdade, fazê-lo de forma antecipada.

Utilizando uma ferramenta que te dê as condições para que o valor da formatura diminua, e que o dinheiro arrecadado renda com os investimentos ao longo do tempo, a sua comissão de formatura só tem a ganhar.

Se você ficou em dúvida sobre como fazer a arrecadação financeira de forma mais fácil, ou com outro ponto, entre em contato com nosso time nos comentários abaixo. Podemos ajudá-lo!  E não deixe de ler também o artigo “7 lembretes para a formatura perfeita”.


Você pode gostar...